quarta-feira, 18 de junho de 2008

Equinócio de Primavera


Certo dia acordei verão,
havia flores nos
cabelos.

Respirava por folhas verdes
e uma abelha me beijava a
nuca.

Tentei me virar e meu próprio espinho
cravou em meu
umbigo.

Do meu peito nasceram lírios
e com
olhos
botões de rosa
dos meus dois
dedões do pé
ví crescerem girassóis
dionísios.

Enfim, me vi jardim então decidi dormir, pra sonhar com a chuva e com a mão da moça,

que poderá me acordar...
colhendo flores em mim...colhendo flores em mim ...colhendo flores em mim...

2 comentários:

Anônimo disse...

muitas imagens imaginei lendo

Marco Nagoa

Kamikaze Kiwi disse...

É nada de espinhos cravados e tal... Satã é macio sempre!!

bjs Bjs!!