sexta-feira, 18 de setembro de 2009

pagodinho poema (medley ou pout pourri?)





Esse meu sorriso maroto é apenas a revelação do meu jeito moleque de ser. Pois se achou belo meu pagodinho, é porque com certeza você é nobre na harmonia do samba. E vê se só pra contrariar não some e aparece lá em casa, no fundo de quintal pra gente exaltar o samba.

Cadeado e eu, altos na casa dele às duas da matina, deu nisso.
Putz, na hora pareceu engraçado.

2 comentários:

Luiz Casado disse...

te ganhei no paparico, te papariquei ehehehehe

Samuel Giacomelli disse...

Do fundo do coração, que coisa feia! rs