terça-feira, 22 de março de 2011

Matar ou Morrer!!!

"Deseim" de Luiza Guedes


Começa assim...

O risco profundo da tinta
na pele
O som silencioso das palavras
nos olhos
A cócega estranha da voz
na língua
O sorriso singelo; dela
na boca
O toque sutil dos dedos
na nuca
O suor envenenado escorrendo do colo
aos seios

o abraço eterno dos amantes despencando em gozo sobre e adentro o precipício
suas mortes anunciadas
congelados num instante divino
seu sexo abrindo novas dimensões
trazendo Atlântida submersa à superfície
existindo eternamente num mero segundo etéreo

e à noite rondando suas casas
soturno; o desejo

e d’agora em diante é matar ou morrer
cuidado!!! perigo!!!
à espreita sorrateiro no canto atrás da porta esperando
a hora certa
de pular no seu pescoço

não abra sua janela
não cubra o rosto ao dormir
revólver engatilhado sob o travesseiro

viver na corda bamba, na ponta da agulha,no fio da navalha
sangue coagulado nos lábios, surra da própria vida

então
põe gelo, merthiolate

e beije a boca
de quem você queira

pois antes que morra de desejo;
mate-o

#

3 comentários:

Anônimo disse...

Detido,
firmo os pensamentos em mim mesmo...
perpasso os vincos - me alinhando --
me despenteio.
Eu ganho a rua - sigo ligado...
Em ti não posso pensar;
num lapso, me abstraio...
te desejo.
Hã!?
Hospital Psiquiátrico da Água Funda / 1994 / Bã.
Quédizê: Tantã.
"And here's to you" Mr Robisson!
Valeu América Do Sul!
Míster Sã!
Mais um!
Hã-Bã!
Hã-Bã-Tantã!
Hã-Bã-Tantã-Sã-Tchum!
Ziriguidum.
E - Banzai!

Gabriel Oliveira disse...

Grande Robinho.Tinha perdido o endereço do teu blog. Gostei do texto e do blog. Abraço

Chá de Fita disse...

que foda