sexta-feira, 18 de março de 2011

Carnaval de Março


eu
uma
hora quero
o
seu
cheiro
no
meu
cabelo
e
não
vou
esperar isso
ou
o
tempo pode
me deixar
louco
e
pouco
a
pouco
vir
a
desaparecer
junto
à minha voz
cantando seu desértico nome
em suave e breve tom
rouco
minha imensa vontade
de
você
porque amores acabam
marés sobem
sóis se põem
e
a vida é breve
ou
quem sabe minha
pressa
possa sugerir
que
eu
reze uma
prece
pra amansar minha calma
em lugar de lhe avançar a
nuca
subitamente
como acho que deveria fazer
e assim evitar
nunca
ter escrito
isso

#

4 comentários:

Tamiris disse...

Taí... Me afeiçoei do teu espaço.
Um tanto de mim encontrado em tuas palavras.

Marcus Natir disse...

Legal seu blog, divertido e racional ao mesmo tempo.

Thavanna . disse...

... suspiros! ;p

Fontoura. disse...

que coisa boa...
que leitura boa!